4 motivos pelo qual você precisa testar a água antes de fazer um café!

A verdade sobre o café descafeinado!
A verdade sobre o café descafeinado!
03/05/2019
Você sabe para que serve os selos de qualificação do café Saiba porque ficar atento na hora das compras!
Você sabe para que serve os selos de qualificação do café? Saiba porque ficar atento na hora das compras!
17/05/2019
4 motivos pelo qual você precisa testar a água antes de fazer um café!

Existem dois ingredientes determinantes em uma xícara de café: Os grãos e a água. Por esse motivo, a qualidade de ambos deve ser correspondente ao resultado final esperado da bebida.

Com relação aos grãos não há dúvidas, inclusive muitas vezes citamos como escolher um café de qualidade.

Mas, você sabia que pode testar a água antes de fazer o café?

Pelo fato da bebida ser preparada com uma base de 99% de água, é extremamente importante que ela corresponda a algumas exigências básicas para que o sabor, aroma e textura do café não seja comprometido.

Continue lendo e saiba o porquê e como sua água pode ser testada!

Saturação de minerais

Nem toda a água disponível é de qualidade, algumas possuem gosto e cheiro de cloro e amônia usada em tratamentos. Esse é o exemplo de muitas regiões onde a água não é suave, ela tem uma representação mais pesada, como se fosse endurecida.

Esse é o resultado da saturação de minerais, fator que pode mudar completamente o aspecto do café, pois é muito provável que ele fique mais diluído, ou seja, fraco.

Nesse caso, para compensar essa diferença da água, é necessário colocar uma quantidade maior de café ou fazer uma moagem mais fina para encorpar mais a bebida e deixá-la com um sabor mais agradável.

Quem está preparando o café precisa ter essa percepção para não comprometer o sabor final do café, caso não tenha a possibilidade de usar uma água de qualidade.

Redução de minerais

Da mesma forma que a água dura pode modificar o sabor do café, a água suave demais também pode dissolver alguns elementos indesejáveis nos grãos de café.

Uma água muito suave é caracterizada quando ocorre a extração de minerais, ou seja, é uma água pobre em nutrientes.

Nesse caso, o café pode ficar com um sabor amargo ou azedo.

Redução de minerais
Da mesma forma que a água dura pode modificar o sabor do café, a água suave demais também pode dissolver alguns elementos indesejáveis nos grãos de café.
Uma água muito suave é caracterizada quando ocorre a extração de minerais, ou seja, é uma água pobre em nutrientes.
Nesse caso, o café pode ficar com um sabor amargo ou azedo.

Impurezas

Você pode se surpreender se comparar o café feito com água filtrada ou mineral e outro com uma água qualquer. Acredite, o sabor é inconfundível.

O ideal é usar água mineral para o preparo da bebida, caso, não tiver possibilidade, um filtro, sobretudo de carvão ativado vai ajudar muito, inclusive a remover as impurezas que o líquido carrega.

O filtro de carvão ativado ainda permite que a água fique mais clara, remove o cloro e elimina os sedimentos orgânicos.

Se a opção escolhida for o filtro, é importante substituí-lo após a passagem aproximada de 100 litros da água. No entanto, se água for dura demais (saturada de minerais) é fundamental que essa troca ocorra mais frequentemente.

Odores indesejados

Muitas vezes a coloração da água  está límpida, no entanto, ela traz um cheiro ruim e perceptível.

É muito comum que isso aconteça, sobretudo com água direta da rua, sem ter interligação com caixas da água.

Em alguns casos, ela pode ter a coloração esbranquiçada e  com gosto nada agradável.

Obviamente, que diante desses pontos, fica impossível preparar um café de qualidade, pois certamente esses fatores vão interferir no sabor final da bebida.

Por isso, existem várias formas de testar a água antes de fazer o café, confira:

  • Use os sentidos, coloque a água em suas mãos e cheire bem, se notar algo estranho, certamente, não é indicado o seu uso para preparar o café;
  • Sempre dê preferência para água filtrada ou mineral;
  • Preste atenção na coloração da água, ela deve ser cristalina;
  • O líquido deve ser suave na medida certa, nesse caso, dá para perceber o equilíbrio dos minerais;

Se você ainda tem dúvidas se deve testar a água antes de preparar o café, então, realize a seguinte experiência:

– Prepare duas xícaras de café, conforme o método de degustação. Em uma delas, use água mineral ou filtrada e na outra, água da comum.

Beba com calma e note como a bebida pode apresentar diferenças no sabor e textura. A água usada no café faz muita diferença, no que diz respeito a qualidade e também temperatura.

Portanto, fique atento a esse detalhe para ter uma boa experiência na degustação, afinal, depois de tanto trabalho para escolher grãos de café de qualidade, ninguém quer ter surpresas desagradáveis por causa da água não é mesmo?



  • 59
    Shares
  • 59
    Shares
Café Vô Luiz
Café Vô Luiz
O Café Vô Luiz é uma escolha perfeita de notas aromáticas com doçura prolongada, marcante e sabor inconfundível que durante o preparo se transforma em um corpo concentrado e cremoso, harmoniosamente equilibrado graças a cuidadosa seleção dos melhores grãos da espécie arábica e aos cuidados durante cada fase de produção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *