9 passos para degustar café como um profissional!

Café: O que é tão importante quanto o grão?
28/02/2019
Coar café
Qual o melhor jeito de coar café? Conheça os tipos de filtros que podem ser utilizados em casa
05/04/2019
9 passos para saber como degustar café como um profissional!

Muitas pessoas degustam vinho, mas não pensariam em fazer o mesmo com o café. No entanto, a degustação dessa bebida revela sabores inesperados e sutis, possibilita a identificação e a apreciação de cafés diferentes.

Todo barista profissional, tem uma relação de amor e carinho pelo café e trabalha duro para que o melhor do grão seja extraído, mas independente do método de extração que esteja sendo utilizado, a valorização e reconhecimento do trabalho do barista também passa pelo processo de qualificação do consumidor!

Por isso um verdadeiro barista, precisa saber identificar os diferentes sabores do café para poder acertar o gosto do cliente na hora de preparar a bebida.

Por isso reunimos neste artigo, 9 passos básicos, para ajudar você que está iniciando agora nessa arte, a entender melhor como degustar café como um verdadeiro profissional! Confira

Reserve tempo para aprender

Para começar a dedicar a esta arte de verdade, é muito importante se entregar ao momento da degustação. Dedicando um pouquinho do seu tempo, na correria do dia a dia para viajar neste momento.

Faça desse momento, o SEU MOMENTO e comece a identificar nuances na xícara, que com certeza você nunca havia percebido antes.

Reserve três minutinhos do seu tempo para se envolver neste processo. Com o tempo você começará a perceber que vale a pena gastar um pouquinho a mais em um café bem produzido e extraído. Começará a identificar nas cafeterias, o real trabalho de um barista e se aquele estabelecimento valoriza ou não a qualificação dos profissionais.

Siga esses passos para aproveitar ao máximo sua experiência com o café!

Escolha do café

Não é por acaso que o brasileiro ama café. O Brasil é o responsável por um terço da produção mundial dos grãos, portanto, configura a relação dos maiores e melhores cultivadores da bebida.

Entender como degustar café é uma arte, a indústria usa esse recurso para controlar a qualidade dos grãos, inclusive, até existem competições que elegem os melhores degustadores.

Se você quer entrar para esse mundo de entendedores de café, confira também a qualidade do café que irá utilizar. Para degustar o ideal é usar “café em grãos” devido seu sabor estar mais acentuado e fresco após a moagem.

Pegue 12 gramas de grãos de café e moa, caso, for servir mais pessoas, não esqueça de fazer a moagem de cada xícara sempre em separado para garantir a qualidade, pois se houver algum grão defeituoso, o sabor amargo não vai se espalhar em todas as doses.

Caso deseje experimentar mais de um café, para testar um segundo grão, repita o procedimento acima, mas em outra  xícara. No entanto, antes disso, limpe bem o moedor para não ficar resquícios dos outros tipos de grãos.

Uma dica para a limpeza, é moer 1 sopa de grão do café que será degustado, no entanto, essa moagem é jogada fora, e só a seguinte será aproveitada para provar. Essa ação, elimina os restos dos grãos de café que foram moídos anteriormente.

Fervendo a água

Após a moagem do café, também é importante estar atento ao preparo.

Ferva a água, depois disso, deixe ela esfriar até que atinja a temperatura entre 93 e 96 graus. Em seguida, despeje a água sobre os grãos de café moído umedecendo todo o conteúdo, encha a xícara até a borda.

A xícara precisa ser de 250 ml para os 12 gramas de café moído, caso não tenha um recipiente com essa medida, use a balança ou o medidor, pois é de extrema importância usar o volume correto de água.

Infusão

Depois de fazer o procedimento acima, deixe o café por infusão na água por 4 minutos, enquanto isso, observe o aroma da camada flutuante da borra de café, mas tome cuidado para não balançar a xícara.

Nessa hora, de um grão para o outro, você poderá perceber que o aroma da borra pode se diferenciar para fraco ou forte.

Rompa a borra do café

Quando os 4 minutos se passarem, pegue uma colher e mexa 3 vezes a bebida, o objetivo é romper a camada da borra.

Com as crostas rompidas, tire a espuma e outras partículas que estejam flutuando na bebida, pode usar duas colheres para isso, mas não esqueça de passá-las na água quente ou usar utensílios limpos para cada xícara para não contaminar o sabor.

Olfato

O olfato é basicamente a preliminar da degustação, em outras palavras, seria como o aquecimento antes do jogador entrar em campo.

Nosso paladar é diretamente influenciado pelo olfato. Ao provar e preparar um café, sinta os seus aromas. Coloque a xícara com a bebida pronta perto do seu nariz e inspire. O que você sente? Alguns exemplos clássicos de aromas são, florais, terrosos e picantes. Estes aromas estão diretamente ligados ao sabor real do café.

Feche seus olhos e tente usar a imaginação. O aroma terroso, por exemplo é produzido quando a chuva cai na terra, os aromas picantes remetem a especiarias como pimentas e mostardas, já os aromas florais são mais delicados, mais suaves, como o de uma flor.

Ao inspirar o aroma do café tente entender o que sente e se estes cheiros te lembra alguns desses aromas comentados e anote, tudo o que conseguiu perceber com essa ação.

Paladar

Para aguçar o paladar é importante limpar a boca primeiro. As cafeterias servem a água junto com o cafezinho justamente para isso. para que o cliente limpe o paladar usando água com gás antes de ingerir o café.

Assim que o café estiver na temperatura ideal de ser ingerida, mergulhe a colher e beba o café aos poucos. Ao degustar o café, não tem problemas você fazer aquele barulho de sucção, como se estivesse tomando uma sopa.

Fazendo isso você está pulverizando o sabor do café na boca e isso permite que aromas e sabores sutis atinjam todas as zonas de degustação da língua. Nesta hora tente identificar a acidez, o corpo e o amargor do café, no qual iremos falar no próximo passo.

Identificando as características do café

Após provar o café, tente perceber suas características. A acidez por exemplo, será sentida nas pontas e aos lados na sua língua, igual acontece quando você experimenta um suco de fruta cítrica como o de laranja. Com café na boca, tente perceber em quais regiões da língua você consegue percebê-lo? Quais sabores você consegue sentir?

Assim também é possível saber sobre o corpo do café, tente entender sobre o peso do café na sua boca. Ele é leve ou pesado? Essa sensação é semelhante ao comparar um leite integral de um leite desnatado por exemplo, o leite integral é mais encorpado e o desnatado menos encorpado. Tente perceber estas mesmas sensações com o café.

Já o amargor é mais fácil de identificar, sabores mais amargos tendem a permanecer na boca por mais tempo. Concentre-se em perceber se após ingerir o seu café, qual a sensação que ele deixou na boca? A sensação da bebida continuou por quanto tempo? Dessa forma você conseguirá saber se o café é muito ou pouco amargo.

Finalização

Agora que você já sabe como degustar café, é a hora de comparar e classificar a bebida de acordo com suas características. Faça anotações para não se perder e se entregue totalmente no momento em que estiver provando para identificar todas as nuances.

Retorne entre as xícaras de amostras de café e faça comparações, descreva os sabores e perceba se o aroma e gosto modificam com a bebida quente ou fria. Anote tudo o que você conseguiu sentir e perceber durante todo os processos para que você reveja estas informações depois.

Fazendo isso, com certeza irá te ajudar a se aprofundar ainda mais nos estudos dessa arte! A prática vai permitir que você tenha uma identificação cada vez melhor dos sabores.

  • 75
    Shares
  • 75
    Shares
Café Vô Luiz
Café Vô Luiz
O Café Vô Luiz é uma escolha perfeita de notas aromáticas com doçura prolongada, marcante e sabor inconfundível que durante o preparo se transforma em um corpo concentrado e cremoso, harmoniosamente equilibrado graças a cuidadosa seleção dos melhores grãos da espécie arábica e aos cuidados durante cada fase de produção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *